Reading:
O Poder incontestável do design para pequenas empresas se destacarem em um mercado com muitos concorrentes.

Image

O Poder incontestável do design para pequenas empresas se destacarem em um mercado com muitos concorrentes.

by Jova
Dezembro 19, 2017

Precisamos falar sobre expectativas.

 

Pode ser de qualquer tipo;  a expectativa de começar um relacionamento com a pessoa que você se apaixonou, de conseguir o emprego dos sonhos em New York ou de jantar no seu restaurante favorito.

 

As expectativas movem nosso dia a dia, tudo que fazemos tem o objetivo de alcançar algum resultado esperado.

 

A diferença é que nos importamos mais com algumas coisas do que outras. Nossa expectativa é proporcional ao potencial que uma atividade tem de resolver um problema ou melhorar a vida de alguma forma, nos levando de um ponto A para um ponto B.

 

Você sabe como gerenciar as expectativas de seus potenciais clientes com relação ao seu negócio? Eu sei que o seu produto é incrível e que as pessoas se surpreendem ao comprar de você.

 

Mas entenda: Você nunca terá outra chance de causar uma boa primeira impressão  e você pode estar perdendo clientes para o seu concorrente ao desperdiçá-la.

 

Intrigado? Continue lendo esse artigo, pois vou contar com exemplos práticos por que e como o design pode tornar seu produto relevante para as pessoas, de forma a aumentar as expectativas que elas terão ao fazer negócios com você.

 

Por que as pessoas escolhem produtos com preço menor, mesmo que o seu seja infinitamente melhor?

 

As pessoas decidem fazer uma comprar quando reconhecem que tem uma necessidade, seja satisfazer um desejo ou resolver um problema.

 

Mas não se anime ainda se o seu produto é a solução que o público procura.

 

A partir da etapa de reconhecimento do problema, ela busca informações sobre as opções disponíveis, se você se tem uma boa presença, poderá ser encontrado e efetuar uma venda.

 

Mas a mesma  lógica se aplica aos seus concorrentes e é nesse momento que o valor percebido entra em cena.

 

O valor que você agrega à sua marca é o que influenciará a forma como seus potenciais clientes enxergam seu negócio em relação às outras opções do mercado.

 

O valor percebido de uma oferta está no seu potencial de mostrar porque ela é a melhor solução entre todas.

 

Já dizia o rei do camarote: Agregue valor.

 

Se nenhuma das opções evidencia seu valor para quem está comprando, o cérebro humano interpreta que não há diferença de uma para outra e rapidamente manda o recado:

 

“Compre o mais barato.”

 

E quando isso acontece, meu amigo, não adianta chorar e se espernear dizendo que você é o melhor, porque o cliente vai ao menor preço sem dó.

 

Se este não for o seu, você perde o cliente. Se for o seu, você diminui a margem de lucro que poderia estar ganhando caso não negligenciasse a importância do valor percebido para sua marca.

 

Mas onde o design entra nisso tudo?

 

O bom design ajuda a comunicar de forma eficiente porque as pessoas devem escolher você e não seu concorrente, gerenciando as expectativas que as pessoas têm com relação ao seu produto e agregando valor percebido à sua oferta.

 

As peças se encaixaram certo? Não continue a ignorar o poder do design para o seu pequeno negócio.

 

Ele pode ser decisivo no processo de mostrar aos seus clientes que a sua solução é a melhor ao invés de perdê-los para sempre por acharem que ela é igual a todas as outras.

 

Design para pequenas empresas na prática: Uma história sobre foodtrucks e barraquinhas de hotdog.

 

Qual é a diferença entre uma barraquinha de sanduíches e um food truck? Por que em uma delas você consegue comprar um hotdog por R$5 e no outro precisa pagar R$20?

 

Ora, se eles vendem o mesmo produto, porque a diferença de preços é tão gritante e pior, por que as pessoas ainda consomem o mais caro?Qual é o fator que define a percepção de valor de um para o outro?

 

Se você respondeu que o mais caro parece confiável e mais gostoso sem nunca ter experimentado nenhuma das duas ou recebido indicações, você quis dizer que a sua opinião sobre a melhor opção  é totalmente baseada na forma como cada negócio se apresenta.

 

Ou seja, o bom design prevalece como fator decisivo para influenciar sua compra.

 

  • Lojas online com design profissional parecem mais confiáveis do que as que não agradam os olhos de primeira.

 

  • Comidas com boa aparência e organizadas de maneira artesanal no prato parecem mais gostosas do que as que foram simplesmente jogadas lá.

 

  • Embalagens bonitas parecem conter produtos de maior qualidade.

 

Sempre nos dizem para não julgar um livro pela capa, mas no mundo dos negócios, fazemos isso o tempo todo.

 

Por isso as marcas com o design mais atrativo para determinado público, parecerão melhores do que as que não se preocupam com a estética.

 

Isso acontecerá mesmo que essas marcas com ótimo design sejam muito menores que os concorrentes. O design é uma estratégia incrível para que pequenas empresas possam lutar de igual para igual contra empresas maiores no mercado.

 

Entenda com esse gráfico simples como o design pode trazer resultados reais para sua empresa.

 

Indo além: O design estratégico para criar marcas memoráveis

 

Ainda que o design seja uma ferramenta poderosa para que seu negócio pareça mais atrativo que o dos concorrentes, ele não deve ser pensado como uma tática isolada.

 

Imagine a seguinte situação:

 

Ao longo da jornada de crescimento da sua empresa, você contrata diferentes designers e agências para desenvolver os materiais de comunicação de acordo com a necessidade de cada momento.

 

O problema é que cada um tem uma visão particular sobre a solução visual que deve ser utilizada para que a conversa com o seu cliente seja eficiente.

 

Resultado: você tem uma logo com tipografia clássica, um folder que faz sua empresa parecer divertida e um cartão de visitas com aparência rústica e executiva.

 

Cada um deles usa elementos visuais completamente diferentes e não parecem ter sido feitos para a mesma empresa.

 

Se alguém muda a cor do cabelo o tempo todo e faz plástica no rosto 1 vez a cada três meses, não espere que você vá reconhecê-lo  sempre que se encontrarem.

 

A mesma lógica se aplica à sua empresa. Ela deve seguir uma linha coerente, de forma que o uso das cores, tipografias, elementos institucionais, fotografias, ícones e ilustrações em seus materiais de comunicação sempre mostrem para as pessoas que se trata da mesma marca falando.

 

A história não mente. A Coca Cola, a Nike e o Mc Donalds tem identidades visuais reconhecidas instantaneamente pelo seu uso contínuo e de forma coerente.

O design deixa seu negócio atrativo, mas o design usado de forma estratégica, além de fazer seu pequeno negócio parecer mais profissional, alimenta o reconhecimento e amplia a diferenciação da sua marca.

 

Sim, o investimento em design pode transformar empresas menores em marcas únicas e memoráveis.

 

Otimização de investimento: Como contratar somente os serviços de design que você realmente precisa.

 

Passei uma boa parte do tempo tentando te convencer da importância do design para negócios pequenos e é possível que você já o faça ou esteja pensando em apostar nessa estratégia.

 

Algumas marcas podem dar-se ao luxo de investir grandes quantias em design e colocar sua logo até no banheiro da  empresa. Isso não é algo negativo, mas gostaria de trazer à tona o risco de pequenas empresas gastarem muito mais do que podem em um primeiro momento e comprometer todo o negócio.

 

Da mesma forma que otimizamos o investimento em mídia online para obter o maior retorno possível com a verba disponível, você deve pensar em como extrair o potencial máximo dos serviços de design que contrata.

 

Isso não quer dizer que você deve procurar o profissional mais barato. Veja bem, se o objetivo é aumentar a percepção do valor da sua empresa através do design, um trabalho mal executado pode passar de investimento a custo, pois as pessoas vão continuar achando que seu negócio não é diferente o suficiente ou digno de tanta confiança.

 

Primeiro: Avalie se há necessidade de mudanças radicais ou de alinhamentos pontuais na forma como a sua marca se apresenta visualmente. Nem sempre o redesign é a melhor solução. Em muitos casos, ao invés de uma repaginada total, a marca só precisa focar em algumas mudanças, criar novos elementos institucionais ou organizar um sistema de identidade que traga unidade a ela.

 

Para isso, procure um designer que consiga fazer um diagnóstico eficiente dos pontos fortes e fracos da identidade visual da sua marca e que possa apontar possíveis soluções para resolver seus problemas de comunicação.’

 

Segundo; O cliente faz uma longa jornada até decidir se valeu à pena ou não fazer negócios com você, tenha um mapa de todo o caminho que ele percorre enquanto está em contato com a sua empresa. Do momento que ele toma consciência da existência da sua solução até o atendimento pós venda.  

 

Pergunte-se  quais são todas as ações que ele toma ao entrar em contato com sua marca e como você pode transformar as interações mais importantes (ou todas, se possível) em experiências inesquecíveis.


A partir desse entendimento, você terá mais facilidade em saber onde deve ser o foco dos seus investimentos principais em design.

 

Uma loja online precisa de um layout bonito que faça os usuários se sentirem em um ambiente confortável e pode investir em materiais promocionais que criem uma experiência positiva para o momento em que os compradores receberem os produtos. Cartões com frases criativas? Dicas de uso? Brindes?

 

Use o design para dar forma a um conteúdo incrível.

 

O oceano parece maravilhoso para quem nunca foi ao litoral. É assim que você deve fazer com que os clientes se sintam ao entrar em contato com a sua marca.

 

Não aceite ser menos do que incrível, acredite no poder de fazer a diferença.

 



0 Comments

Deixe uma resposta

Related Stories

Abril 10, 2018

A matemática simples das marcas virais!

by
Arrow-up